1ª edição do Concurso Nacional de Inovação
 

Dia 5 de dezembro, o Pavilhão de Portugal, em Lisboa, foi o palco para a divulgação dos projetos vencedores da primeira edição do Concurso Nacional de Inovação. Na cerimónia pública, que contou com a presença de Sua Excelência o Ministro da Economia e Inovação, Prof. Dr. Manuel Pinho, foram distinguidos 7 projetos nos cinco setores a concurso, que representam um valor total de prémios atribuídos pelo Banco de 420 mil euros.

Um total de 207 candidaturas de projetos científicos, académicos e de investigação, foram submetidos a esta primeira edição do Concurso Nacional de Inovação, nomeadamente:

  • 62 para a categoria Processos Industriais,
  • 41 para Saúde, Cuidados Pessoais e Acolhimento,
  • 59 para Energias Renováveis,
  • 29 para a Fileira Florestal,
  • 16 para a Economia Oceânica.

Face à qualidade dos projetos apresentados, o júri decidiu atribuir dois primeiros lugares ex-aequo nos setores "Energias Renováveis" e "Fileira Florestal".

No processo de avaliação das candidaturas, o júri do concurso guiou-se por um conjunto de critérios definidos pelo seguinte grau de importância: impacte potencial dos resultados do projeto na competitividade empresarial; excelência científica e caráter inovador do projeto; credibilidade da empresa, instituição de I&D ou inventor.

Veja aqui a descrição dos projetos.

 
 
 
  •  Expandir 
  • Composição do júri