Oferta Pública de Subscrição
"FC PORTO SAD 2018-2021"

Decorre entre as 8h30 do dia 16 de maio de 2018 e as 15h00 do dia 1 de junho de 2018, a Oferta Pública de Subscrição de Obrigações "OPS FC PORTO SAD 2018-2021".

O preço de subscrição é de € 5,00 por Obrigação, com um montante mínimo de subscrição de € 100,00 (cem euros).

O montante inicial máximo da oferta será de até € 35.000.000,00, podendo ser aumentado por opção da emitente até ao dia 24 de maio de 2018.

As Obrigações têm o valor nominal de € 5,00 estando o montante a atribuir sujeito a rateio, caso a procura exceda a oferta e conforme descrito no Prospeto da Oferta. Nesta situação e dados os respetivos critérios a aplicar, poderá vir a ser determinante o momento em que a ordem é dada, considerando que se privilegiarão as ordens que sejam dadas em primeiro lugar. Caso exista alteração da ordem, a data a ter em consideração para efeitos de rateio, será a data da alteração.

Condições Gerais de Subscrição
Período de subscrição Entre as 8h30 do dia 16 de maio de 2018 e as 15h00 do dia 1 de junho de 2018
Revogação de Ordens As ordens de subscrição poderão ser revogadas ou alteradas até às 15h00 do dia 1 de junho de 2018 (inclusive), data a partir da qual são irrevogáveis e não serão suscetíveis de alteração
Sessão Especial de Bolsa destinada ao Apuramento dos Resultados 4 de junho de 2018
Pagamento da Subscrição 6 de junho de 2018
Investimento Mínimo € 100,00 (cem euros)
Prazo da Emissão 3 anos
Taxa de juro (TANB) 4,75%*
Pagamento de juros Semestral e postecipado
(6 de junho e 6 de dezembro de cada ano), ocorrendo o primeiro pagamento no dia 6 de dezembro de 2018
Reembolso do Capital No final do prazo, i.e. em 7 de junho de 2021
* Taxa Anual Nominal Bruta (sujeita ao regime fiscal em vigor). Solicite ao NOVO BANCO a simulação da rentabilidade líquida, após impostos, comissões e outros encargos.

Quais os custos envolvidos na aquisição de Obrigações?

Além do preço de subscrição das Obrigações subscritas, poderão existir outras despesas associadas à recolha das ordens de subscrição, as quais têm de lhe ser comunicadas pelo intermediário financeiro aquando da entrega da ordem de subscrição (e têm de constar no preçário do intermediário financeiro). Adicionalmente, poderão existir despesas de custódia bem como comissões sobre o pagamento de juros e de reembolso, as quais lhe deverão ser comunicadas pelo intermediário financeiro.

Poderá, em qualquer momento prévio à subscrição, solicitar a simulação dos custos do investimento que pretende efetuar, obtendo assim a respetiva taxa interna de rentabilidade, junto de qualquer intermediário financeiro bem como consultar o preçário dos intermediários financeiros em www.cmvm.pt.

Para subscrição ou informações adicionais sobre as condições desta oferta, clique aqui, dirija-se a uma agência do NB, contacte o seu gestor ou ligue para o NBdireto através do nº 707 247 365.

Esta informação não dispensa a consulta do Prospeto da oferta em www.fcporto.pt e www.cmvm.pt.


De acordo com o Relatório e Contas de 2016/2017, o Capital Próprio da FC Porto SAD encontra-se na situação prevista no Artigo 35º do Código das Sociedades Comerciais, ou seja, encontra-se perdida mais de metade do capital social, com as consequências previstas no referido artigo. Capital próprio individual a 30 de junho de 2017 (contas anuais auditadas): -€70.343.293; capital próprio individual a 31 de dezembro de 2017 (objeto de revisão limitada e não auditado): -€98.123.15.


Consulte a adenda com a alteração da data de revogação das ordens em www.cmvm.pt.



Com os nossos melhores cumprimentos,

NOVO BANCO, S.A