Infraestruturas

Todos os dias usamos infraestruturas.

Mesmo quando essa perceção não é evidente, são as infraestruturas que nos permitem chegar aos bens que consideramos essenciais no nosso dia a dia.


A água, a eletricidade e o gás natural. O telefone e a internet, que nos permitem conectar aos mais próximos e ao mundo. As estradas e os meios aéreos, que nos dão a mobilidade para chegar onde precisamos.
As infraestruturas são a espinha dorsal de uma economia moderna, fornecendo-nos os serviços essenciais.

As cidades continuam a ser fundamentais para o sucesso económico de qualquer país e é essencial investir e manter as infraestruturas certas para apoiar o crescimento das populações que está a sobrecarregar as estruturas e os sistemas de transporte.

Anualmente, investem-se milhões em todo o mundo para manter ativos de infraestruturas existentes, face ao seu desgaste intenso. Outros milhões são aplicados na construção de infraestruturas novas para apoiar o crescimento da economia e potenciar a valorização dos setores, com projetos cada vez mais arriscados e mais complexos, que trazem consigo mais inovação e maior produtividade, face ao que foi feito nos últimos 50 anos.

Vivemos num ambiente de mercado em que a concretização de investimentos em infraestruturas de forma mais eficiente e confiável são as principais prioridades de hoje.

Associados a este tema de investimento, fizemos uma seleção de produtos para si.
Quer conhecê-los em mais detalhe?

  • Saiba aqui todos os detalhes.

    Quero ser contactado

  • O Fundo de Investimento Janus Henderson Global Property Equities é um fundo de ações, que proporciona uma exposição, indireta, ao setor do Imobiliário. Para tal, investe, uma percentagem importante da sua carteira em títulos designados por Real Estate Investment Trusts (REITs).

    Graças à sua exposição ao Imobiliário, os REITs combinam fatores de remuneração típicos das ações (via geração de mais valias) e das obrigações (via pagamento de dividendos), tornando-os bastante atrativos enquanto alternativa de investimento. Para além disso, a sua descorrelação tanto em relação ao mercado acionista global, como em relação ao mercado obrigacionista global, confere aos REITs um interessante fator de diversificação de qualquer carteira de investimento.

    No que diz respeito ao investimento em projetos de infraestrutura, o Fundo privilegia as áreas com comprovado potencial de geração de fluxos financeiros ("cash flows") constantes e duradouros, que, como tal, se assemelham com os fluxos ("rendas") gerados por propriedades imobiliárias tradicionais. Pela sua natureza de fundo de ações com exposição indireta ao setor do Imobiliário que é, o Fundo privilegiará os projetos de infraestrutura, que assumam a forma de REITs. De acordo com esta política de investimento, os projetos de infraestrutura a que o Fundo dá preferência são os ligados à instalação, gestão e manutenção das torres de comunicação, que constituem a infraestrutura necessária para a indústria das telecomunicações móveis.

    Saiba aqui todos os detalhes.

    Quero ser contactado