Outra Informação
 

 

Política de Execução de Ordens do NOVO BANCO

Na sequência da publicação da Directiva 2004/39/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 21 de abril de 2004 e da Directiva 2006/73/CE da Comissão de 10 de agosto de 2006, relativas aos mercados de instrumentos financeiros ("DMIF") e do Regulamento nº 1287/2006 da Comissão de 10 de agosto de 2006, que concretiza certas regras constantes da DMIF, o NOVO BANCO definiu a sua Política de Execução de Ordens que seguidamente se apresenta.

O requisito de documentar e publicar uma política de execução de ordens é uma novidade que surge no âmbito da DMIF, no entanto, o NOVO BANCO não espera que, deste requisito, resultem alterações significativas em relação à forma como o banco se relaciona com os seus clientes, pois, por norma, este já conduz as suas atividades tendo subjacentes os princípios que estão na base de uma política de execução nas melhores condições.

 
  •  Expandir 
  • Âmbito
  • Dever de execução nas melhores condições
  • Execução e receção e transmissão de ordens
  • Fatores relevantes
  • Instruções específicas de clientes
  • Monitorização e revisão
  • Consentimento
  • Comunicação da informação