NOVO BANCO Photo

Entre as melhores Coleções Empresarias do Mundo

A Coleção de Fotografia Contemporânea do NOVO BANCO foi iniciada em 2004 com a aquisição de “A Woman with a Covered Tray, 2003”, uma caixa de luz de Jeff Wall, “Sem título, 2004”, um auto-retrato de Cindy Sherman, “Shanghai Panorama, 2002”, uma vista de Shanghai de Thomas Struth e “Rijksmuseum Amsterdam II, 2003”, uma biblioteca de Candida Höfer.

O objetivo era constituir um corpo exemplificativo de obras de arte que, como coleção, desse uma ideia da produção de arte contemporânea no mundo e torná-la acessível tanto aos colaboradores do Banco como ao público em geral, visando acompanhar a evolução contínua da arte e as novas direções da fotografia como forma há relativamente pouco tem considerada, de expressão artística.

As obras escolhidas para a Coleção têm por base a fotografia em toda a sua expressão, integrando instalações, como a “Installation, 1999” de Wolfgang Tillmans, a obra mista de Christian Boltanski “Lumières (blue pyramid – Claudine), 2000" que complementa a fotografia com uma instalação iluminada, ou ainda técnicas mistas em fotografia que se encontram em obras como as “Intersection Series: Seascape, Man (with Brick) and Man (with Pencil), 2002” e “Five Yellow Divisions: with Persons (Black and White), 2004" de John Baldessari. Privilegiou-se a aquisição de trabalhos produzidos no século XXI, a fim de melhor transmitir a visão única de artistas sobre a nossa contemporaneidade partilhada. Optou-se deliberadamente pela escolha de peças representativas da obra dos artistas, em vez de adquirir grandes séries, para que se incluísse um maior número de artistas com corpos distintos de trabalho.

 

Atualmente, a coleção é composta por mais de 1000 obras de 280 artistas de 38 nacionalidades, que representam uma ampla gama de gerações e origens. Esta diversidade de expressão artística é um dos pontos fortes da coleção, e é através desta variedade de estilos que enriquece o diálogo sobre a arte dos nossos tempos, ao se concentrar na fotografia contemporânea de artistas vivos.

A coleção tem o seu acervo no Marquês de Pombal em Lisboa, simultaneamente o seu espaço expositivo por excelência, próximo da Sede do Novo Banco, edifício no qual as obras de arte se encontram expostas nos principais átrios, halls e corredores, para fruição imediata e permanente dos colaboradores, clientes e visitantes. O espaço expositivo está aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 9H30 às 19H00, segue um programa de exposições que consagra uma oferta cultural e artística durante todo o ano, o acesso é livre, e são igualmente permitidas as visitas ao acervo da Coleção (mediante marcação prévia), acervo este que foi desenvolvido por forma a garantir condições especiais para o armazenamento e conservação da fotografia.

                                           Gérard Castello-Lopes "Figueira do Guincho, Portugal, 1988"

A Coleção de Fotografia Contemporânea do NOVO BANCO é membro fundador da IACCCA International Association of Corporate Collections of Contemporary Art.

Currículo da Coleção

- 2017, selecionada para o programa oficial da segunda edição da Feira Internacional ARCOLisboa;
- 2016, selecionada para participar no prémio internacional "Corporate Art Awards 2016" cujo objectivo é identificar, reconhecer e promover a excelência e melhores práticas na colaboração entre o mundo empresarial e a arte internacional, através das Coleções Corporativas;
- 2016, selecionada para o programa oficial da primeira edição da Feira Internacional ARCOLisboa, a única coleção fora do âmbito dos museus a participar neste programa para profissionais e colecionadores de arte contemporânea;
- 2015, considerada uma das 80 melhores coleções corporativas do mundo pela publicação "Global Corporate Collection"
(Global Corporate Collection p. 358-363, published by Deutsche Standards);
- 2014 (ano que celebrou o 10º aniversário), foi prestigiada com a integração nas 100 melhores Coleções Corporativas do Mundo - a única coleção Portuguesa representada.
(A Celebration of Corporate Art Programmes Worldwilde p. 88.89, by Peter Harris & Shirley Reiff Howart, published by Bonhams;
- 2012, convidada a expor na Feira Internacional de Arte Contemporânea ARCOMadrid;
- 2011, distinguida com o galardão "15th "A" Corporate Collection Award 2011" by ARCOMadrid.