Skip to main content
SEGURANÇA ONLINE:

Conselho Geral e de Supervisão

Este é o seu Banco.

Conselho Geral e de Supervisão

 

O CGS é o órgão de fiscalização do novobanco sendo os seus membros eleitos pela Assembleia Geral de Acionistas.

Em outubro de 2020, a Assembleia Geral do novobanco nomeou, como membros do Conselho Geral e de Supervisão para o quadriénio 2021-2024, e sujeito à autorização ainda pendente das entidades reguladoras competentes:

Byron Haynes

Presidente

Karl-Gerhard Eick

Vice Presidente

Donald John Quintin

Kambiz Nourbakhsh

Mark Andrew Coker

Benjamin Friedrich Dickgiesser

John Herbert

Robert A. Sherman

Carla Antunes da Silva

William Henry Newton

À data do presente Relatório e Contas, 6 (seis) dos 10 (dez) membros do Conselho Geral e de Supervisão, incluindo o seu Presidente, são independentes.

O Conselho Geral e de Supervisão tem as competências conferidas por lei e pelos Estatutos, tendo como principais funções assessorar e supervisionar de forma regular a gestão do novobanco e das empresas do grupo, supervisionando ainda o Conselho de Administração Executivo no que diz respeito ao cumprimento dos requisitos regulamentares relevantes relativos à atividade bancária. Adicionalmente, tem competências específicas de eleição dos membros do Conselho de Administração Executivo e responsabilidade de prestação de consentimentos prévios à aprovação pelo Conselho de Administração Executivo de determinadas matérias fixadas nos Estatutos, nomeadamente, no que respeita à aprovação de (i) políticas de crédito, risco e contabilísticas, (ii) plano de negócios, orçamento e plano de atividades, (iii) alteração da sede social, encerramento ou alterações nas estruturas de representação no estrangeiro, (iv) despesas de capital, endividamentos ou refinanciamentos, alienações ou aquisições, criação de ónus ou concessão de créditos acima de determinados limites e dentro de certas condições, (v) prática ou omissão de qualquer ato material relacionado com o Mecanismo de Capitalização Contingente; e (vi) contratação de trabalhadores com remunerações anuais acima de certos limites.

O Conselho Geral e de Supervisão reúne mensalmente. O Presidente do Conselho Geral e de Supervisão e o Presidente do Conselho de Administração Executivo mantêm entre si uma comunicação e diálogo regular, pelo menos uma vez por semana.

A atividade do Conselho Geral e de Supervisão é diretamente apoiada por 5 (cinco) Comités, nomeadamente, o Comité para as Matérias Financeiras, o Comité de Risco, o Comité de Compliance, o Comité de Nomeações e o Comité de Remunerações, tendo estes algumas competências delegadas do Conselho Geral e Supervisão.

Os referidos Comités são presididos e compostos por membros independentes do Conselho Geral e de Supervisão e também podem contar com a presença dos membros do Conselho de Administração Executivo responsáveis pelos pelouros abrangidos pelas atividades dos referidos Comités.

Notas Biográficas

Byron Haynes, de nacionalidade britânica, possui mais de 25 anos de experiência profissional no setor dos serviços financeiros. Tendo estagiado e iniciado a sua carreira na KPMG em Londres, obteve a habilitação e registou-se como revisor oficial de contas em 1991. Nos últimos nove anos - de agosto de 2008 a junho de 2017 - Byron Haynes foi membro do Conselho de Administração do BAWAG P.S.K., um banco de empresas e de retalho com sede em Viena, na Áustria, no primeiro ano como Chief Financial Officer e nos oito anos seguintes como Chief Executive Officer. Anteriormente, Byron Haynes ocupou diversas posições na gestão de topo do setor bancário, nomeadamente como Global Chief Financial Officer no ABN AMRO / Royal Bank of Scotland. Byron Haynes licenciou-se em Contabilidade e Finanças pela London University.

Karl-Gerhard Eick, de nacionalidade alemã, possui mais de 35 anos de experiência profissional no setor financeiro. Atualmente acumula a posição de Presidente do Conselho Geral e de Supervisão do IKB AG com a de Presidente da GHC Global Health Care GmbH. Karl-Gerhard Eick desempenha igualmente funções de consultadoria estratégica e financeira, tendo sido Co-Fundador do Financial Reporting Enforcement Panel. Nos últimos 20 anos desempenhou cargos como Presidente do CorpusSireo GmbH, Presidente da Comissão de Auditoria do Deutsche Bank AG, Chief Executive Officer da Arcandor AG, e por mais de 10 anos foi Chief Financial Officer e Deputy Chief Executive Officer da Deutsche Telekom AG. Karl-Gerhard Eick doutorou-se em Gestão de Empresas (Dr.rer.pol) pela Universidade de Augsburg, na Alemanha.

Mark Coker, de nacionalidade britânica, ocupa os cargos de Managing Director e European General Counsel na Lone Star, onde é responsável pela área jurídica na Europa relativamente aos fundos da Lone Star. Adicionalmente, é membro do Conselho Geral e de Supervisão do IKB Deutsche Industriebank AG (Alemanha). Depois de mais de 25 anos a exercer a advocacia, ingressou na Hudson Advisors em 2016, tendo em 2018 integrado os quadros da Lone Star. Durante sete anos foi sócio no escritório de advogados Vinson & Elkins RLLP em Londres, tendo anteriormente sido sócio no escritório de advogados Freshfields Bruckhaus Deringer.  Mark Coker representou clientes em diversas jurisdições em todo o mundo, prestando assessoria essencialmente em operações de financiamento e de investimento privado numa grande variedade de sectores, incluindo private equity, imobiliário, energia e aviação.
Mark Coker tem um mestrado em Letras e Direito pelo Selwyn College, Universidade de Cambridge, e está habilitado para exercer advocacia no Reino Unido.

Benjamin Dickgiesser, de nacionalidade alemã, é Managing Director na Hudson Advisors Portugal LDA, onde apoia a subscrição e gestão dos investimentos europeus dos fundos da Lone Star em instituições financeiras. Adicionalmente, é membro do Conselho Geral e de Supervisão do IKB Deutsche Industriebank AG (Alemanha). Antes de ingressar na Hudson Advisors, Benjamin Dickgiesser foi administrador na Lone Star Europe Acquisitions LLP e trabalhou no Financial Institutions Group da Divisão de Banca de Investimento do Citigroup em Londres.
Benjamin Dickgiesser tem um mestrado pela University College London.

John Herbert foi Responsável Geral pela área de Imobiliária e Hotelaria do HSBC, tendo a seu cargo as atividades de crédito e banca de investimento a nível mundial.  Antes de ingressar no HSBC, foi Responsável para a Europa da área de Imobiliária e Hotelaria do Citigroup e da Merrill Lynch, sendo igualmente membro do Comité de Gestão Europeu nas duas empresas. Durante a sua permanência no Reino Unido, para além das suas funções no HSBC, John Herbert foi membro de um conselho consultivo independente do Governo do Reino Unido, membro do Conselho de Administração de uma entidade de concessão de crédito regulada francesa e esteve envolvido em diversas atividades de beneficência. Atualmente é membro do Conselho de Administração de três sociedades, para além do Novo Banco: duas instituições de crédito nos Estados Unidos e uma sociedade imobiliária no Reino Unido.
John Herbert tem um mestrado em Gestão de Empresas pela Harvard Business School e uma Licenciatura em Economia e Ciências Políticas pela Duke University.

Kambiz Nourbakhsh, de nacionalidade austríaca, possui 19 anos de experiência profissional no setor financeiro. Kambiz Nourbakhsh é Managing Director da Lone Star Europe Acquisitions, LLP, uma afiliada do General Partner, onde é responsável pela originação de oportunidades de investimento em empresas europeias. Foi ainda Managing Director e responsável pela área de investimento em empresas europeias na Mount Kellet Capital Management. Antes de ingressar na Mount Kellett Capital, em 2011, Kambiz Nourbakhsh trabalhou 13 anos na Goldman Sachs como membro do Grupo Europeu de Situações Especiais.  A sua carreira profissional iniciou-se como diretor de risco de crédito e consultor de rating na Goldman Sachs. Kambiz Nourbakhsh tem uma licenciatura e mestrado em Economia e Gestão de Empresas pela Faculdade de Economia de Viena.

Donald Quintin, de nacionalidade norte-americana, é Presidente da Lone Star Europe, sendo responsável por orientar as atividades de originação da Lone Star na Europa. Além disso é membro da Comissão de Gestão Executiva da Lone Star e membro do Conselho de Administração de diversas empresas do grupo na Europa.
Donald Quintin tem mais de 23 anos de experiência profissional nos mercados financeiros, quer em gestão de carteiras, como em investimento em empresas e no mercado imobiliário residencial. Recentemente, liderou a originação de investimentos em fundos de oportunidade na Europa para alguns Fundos Lone Star e foi Responsável pela área de investimentos em imobiliário não comercial na Europa. Anteriormente tinha co-liderado a originação de investimentos em fundos de oportunidade na América do Norte.  Antes de ingressar na Lone Star em 2010, Donald Quintin foi Managing Director da Merrill Lynch/BAML. Nesta posição, geriu as áreas de negociação de distressed structured debt, negociação e vendas de crédito hipotecário, e supervisionou ainda diversas carteiras, incluindo a carteira de produtos estruturados, a carteira de investimentos do Merrill Lynch Bank, a carteira de crédito a empresas garantido e a carteira de total return swaps. Donald Quintin iniciou a sua carreira como analista de derivados no Bankers Trust, tendo posteriormente ingressado no Salomon Brothers, onde desempenhou diversas funções nas áreas de banca, negociação e gestão nas direções de crédito à habitação e crédito a empresas. Donald Quintin licenciou-se pela Universidade de St. Lawrence.

Robert A. Sherman, natural de Boston, Massachusetts, EUA, acumula funções como Assessor Jurídico Sénior na Greenberg Traurig, uma das maiores sociedades de advogados dos Estados Unidos, e como Consultor Sénior da Rasky Partners, uma das principais empresas de relações públicas e comunicação estratégica neste país. De 2014 a 2017, Robert Sherman foi Embaixador dos Estados Unidos em Portugal. Robert Sherman e a sua mulher, Kim Sawyer, lançaram a Connect to Success, uma iniciativa inovadora e detentora de vários prémios, ligada ao Departamento de Estado dos Estados Unidos, que se dedica ao empreendedorismo e empowerment das mulheres e que atualmente presta serviços a 950 negócios detidos por mulheres. Robert Sherman e a sua mulher foram recentemente nomeados pelo Presidente da Câmara de Setúbal como embaixadores para promover nos Estados Unidos as oportunidades económicas e o património natural deste município. Pelo trabalho desenvolvido em Portugal, a 10 de março de 2017 Robert Sherman recebeu do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique. Robert Sherman é licenciado em Ciências Políticas pela Universidade de Rochester, possuindo uma graduação Juris Doctor pela Faculdade de Direito da Universidade de Boston.

Carla Antunes da Silva, de nacionalidade portuguesa, acumula o cargo com a posição de Group Strategy Director do Lloyds Banking Group. Antes de ingressar no Lloyds, trabalhou durante 18 anos no Crédit Suisse, no JP Morgan, e no Deutsche Bank, onde desempenhou funções nas áreas de análise financeira, estratégia e gestão, tendo sido aprovada como indivíduo registado na Financial Conduct Authority. Em reconhecimento pelo seu trabalho no setor bancário em geral, recebeu diversas distinções, incluindo o prémio de Best Bank’s Stock Picker atribuído no Starmine Awards do Financial Times e o prémio de top UK Banks Analyst atribuído pela Institutional Investor (2007-2014). Desde 2014 Carla Antunes da Silva é Administradora Não Executiva da Social Finance. Adicionalmente, representa o Lloyds no projeto Banking Futures, sendo muito ativa como antiga aluna nos career events organizados pelo St. Edmund Hall, Universidade de Oxford.  Carla Antunes da Silva possui um mestrado em Política, Filosofia e Economia pela Universidade de Oxford e um mestrado em Gestão pela London School of Economics.

William é executivo sénior com mais de 30 anos de experiência em risco de crédito, recuperação de empresas, gestão de portfólio, banca comercial e consultoria financeira, no Reino Unido, Europa Ocidental, CEE e ex-CEI, Oriente Médio e Ásia. Anteriormente, foi parceiro sénior da Deloitte's Global Portfolio Lead Advisory Services como responsável pela consultoria estratégica e de transações de portfólios de créditos problemáticos e não core, para bancos, investidores e governos. Também liderou os serviços de avaliação de qualidade de ativos da empresa numa base global e foi Diretor em Instituições Financeiras no negócio de Serviços de Reestruturação. Antes de ingressar na Deloitte, William foi Diretor Executivo, Chefe de Risco Corporativo e Institucional na BAWAG PSK na Áustria. Também foi responsável da Recuperação Corporativa do EBRD nos 29 países onde está presente, e já trabalhou para a PWC, o Governo do Reino Unido e o National Westminster Bank plc.
Tem um BSc. da Universidade de Bristol.

Biographies

Byron Haynes, a British citizen, has more than 25 years of experience working in the financial services industry. Mr. Haynes started his career being employed and trained by KPMG in London and qualified and registered as a Chartered Accountant in 1991. For the last 9 years, from August 2008 to June 2017, Mr. Haynes was a member of the Managing Board of BAWAG P.S.K., a retail and corporate Bank headquartered in Vienna, Austria. Initially, Mr. Haynes was the Chief Financial Officer in the first year and then the Chief Executive Officer for the last 8 years. Prior to that, Mr. Haynes held several senior positions in the banking sector, including Global Chief Financial Officer at ABN AMRO / Royal Bank of Scotland. Mr. Haynes has a BA Hons Accountancy & Finance degree from London University.

Karl-Gerhard Eick, a German national, has more than 35 years of experience in the financial industry. Mr. Eick serves concurrently as Chairman of the General and Supervisory Board at IKB AG and as the Chairman of GHC Global Health Care GmbH. Mr Eick also has financial and strategic consultancy responsibilities, and is Co-Founder of the Financial Reporting Enforcement Panel. In the last 20 years, Mr. Eick served as Chairman of CorpusSireo GmbH, as Chairman of the Audit Committee at Deutsche Bank AG, was Chief Executive Officer at Arcandor AG, and for more than 10 years served as Chief Financial Officer and Deputy Chief Executive Officer at Deutsche Telekom AG.
Mr. Eick has a Doctor’s Degree in Business Administration (Dr.rer.pol) awarded by the Augsburg University in Germany.

Mark Coker, a British citizen, is Managing Director and European General Counsel for Lone Star, where he is responsible for legal matters in Europe for the Lone Star funds. Mr. Coker serves also as Member of the Supervisory Board of IKB Deutsche Industriebank AG, Germany. Mr. Coker joined Hudson Advisors in 2016 after more than 25 years in private practice and moved to Lone Star in 2018. Mr. Coker was a partner for 7 years at Vinson & Elkins RLLP in London, and, prior to that, he was a partner at Freshfields Bruckhaus Deringer.  Mr. Coker acted for clients in a range of jurisdictions around the world, principally advising on financing and private investment transactions and in a wide range of sectors, including private equity, real estate, energy, and aviation. Mr. Coker has a MA in Classics and Law from Selwyn College, Cambridge University, and holds a U.K. legal practice certificate.

Benjamin Dickgiesser, a German national, serves as a Managing Director for Hudson Advisors Portugal LDA, whereby he is supporting underwriting and management of Lone Star Fund’s European investments in financial institutions. Mr. Dickgiesser serves also as Member of the Supervisory Board of IKB Deutsche Industriebank AG, Germany. Prior to joining Hudson Advisors, Mr. Dickgiesser worked as a Director at Lone Star Europe Acquisitions LLP and in the Financial Institutions Group of Citigroup’s Investment Banking Division in London. Mr. Dickgiesser has a MSc from University College London.

John Herbert was previously the Global Head of Real Estate and Hotels at HSBC where he was responsible for lending and investment banking activities worldwide.  Prior to his time at HSBC, Mr. Herbert was the European Head of Property and Hotels at Citigroup and Merrill Lynch.  Mr. Herbert was also a member of the European Management Committee of both firms.  While residing in the United Kingdom, and in addition to his duties at HSBC, Mr. Herbert served as a member of an independent advisory board to the UK government, as a member of the board of a regulated French lending entity, and was involved in a number of charitable activities. He currently serves on three corporate Boards of Directors in addition to Novo Banco, two lending institutions in the United States and a property company in the United Kingdom. Mr. Herbert holds a Master’s degree in Business Administration from Harvard Business School and a Bachelor's Degree in Political Science and Economics from Duke University.

Kambiz Nourbakhsh, Austrian national, has 19 years of experience in the financial industry. Mr. Nourbakhsh serves as Managing Director for Lone Star Europe Acquisitions, LLP, an affiliate of the General Partner, whereby he is responsible for the origination of European corporate investment opportunities. Mr. Nourbakhsh served also as a Managing Director and Head of European Corporate Investing at Mount Kellet Capital Management. Prior to joining Mount Kellett Capital in 2011, Mr. Nourbakhsh spent 13 years at Goldman Sachs as a member of the European Special Situations Group.  Mr. Nourbakhsh began his career as a credit risk manager and ratings advisor with Goldman Sachs. Mr. Nourbakhsh graduated with a Master of Economics and Business Administration degree from the Vienna School of Economics.

Donald Quintin, an American citizen, is the President of Lone Star Europe, and is responsible for directing Lone Star’s origination activities in Europe. Mr. Quintin is a member of Lone Star’s Executive Management Committee and is a member of certain portfolio company boards in Europe. Mr. Quintin has more than 23 years of experience in the financial markets, comprising both corporate and residential investing and portfolio management. Mr. Quintin most recently led origination of opportunity fund investments in Europe for certain of Lone Star Funds and served as head of European non-commercial real estate investments. He previously co-led origination of opportunity fund investments in North America.  Prior to joining Lone Star in 2010, Mr. Quintin was a Managing Director at Merrill Lynch/BAML. During his time there, he managed the distressed structured debt trading business, the mortgage sales and trading business, and also oversaw various legacy portfolios, including the structured products portfolio, the Merrill Lynch Bank investment portfolio, and the secured corporate lending and total return swap portfolio. Mr. Quintin started his career at Bankers Trust as a derivatives analyst before moving to Salomon Brothers, where he served in various banking, trading, and management capacities within the mortgage and corporate credit divisions.
Mr. Quintin holds a B.A. degree from St. Lawrence University.

Robert A. Sherman of Boston, Massachusetts, USA, serves concurrently as Senior Counsel at Greenberg Traurig, one of the largest international law firms in the U.S, and Senior Advisor to Rasky Partners, one of the leading public affairs and strategic communications firms in the nation. From 2014 to 2017, Mr. Sherman served as United States Ambassador to the Republic of Portugal. Mr. Sherman and his wife, Kim Sawyer, launched Connect to Success, a novel and award-winning State Department women’s entrepreneurship and empowerment initiative, which currently serves 950 women business owners. Recently, Mr. Sherman and his wife were appointed by the Mayor of  Sétubal as ambassadors to promote the municipality’s economic opportunities and natural heritage in the United States. For his work in Portugal, President Marcelo Rebelo de Sousa awarded him the Grand Cross of the Order of Prince Henry the Navigator on March 10, 2017. Mr. Sherman holds a B.A. in Political Science from the University of Rochester and a J.D. from Boston University School of Law.

Carla Antunes da Silva, a Portuguese national, serves concurrently as Group Strategy Director at Lloyds Banking Group. Prior to joining Lloyds, Carla spent 18 years with Credit Suisse, JP Morgan, and Deutsche Bank in financial analysis, strategy, and management roles where she was an approved FCA registered persons. In recognition for her work on the banking sector overall, she has been the recipient of various public accolades including the FT Starmine Award’s Best Bank’s Stock Picker and Institutional Investor’s top UK Banks Analyst (2007-2014). Since 2014, Ms. Antunes da Silva has served as a Non-Executive Director of Social Finance. She also represents Lloyds at the Banking Futures project and is an active alumna to many of the career events organized by St. Edmund Hall, University of Oxford. Ms. Antunes da Silva has a MA in Politics, Philosophy and Economics (PPE) from the University of Oxford and a MSc in Management from the London School of Economics.

William is a senior executive with over 30 years' experience in credit risk, corporate recovery, portfolio management, commercial banking and financial advisory working across the UK, Western Europe, CEE and the former CIS, the Middle East and Asia. He was previously a senior Partner with Deloitte's Global Portfolio Lead Advisory Services business responsible for strategic and transaction advisory to banks, investors and governments on non-core and problem loan portfolios. He also led the firm's Asset Quality Review services on a global basis and was Head of Financial Institutions for the Restructuring Services business. Prior to joining Deloitte, William was Managing Director, Head of Corporate & Institutional Risk at BAWAG PSK in Austria. He has also served as Head of Corporate Recovery for EBRD across its 29 operating countries, and has previously worked for PWC, the UK Government and National Westminster Bank plc. He has a BSc. from the University of Bristol.

Comités de apoio ao Conselho Geral e de Supervisão

A a atividade do Conselho Geral e de Supervisão é diretamente apoiada por 5 (cinco) Comités, nomeadamente, o Comité para as Matérias Financeiras, o Comité de Risco, o Comité de Compliance, o Comité de Nomeações e o Comité de Remunerações, tendo estes algumas competências delegadas do Conselho Geral e de Supervisão.

Os referidos Comités são presididos e compostos por membros independentes do Conselho Geral e de Supervisão e também podem contar com a presença dos membros do Conselho de Administração Executivo responsáveis pelos pelouros abrangidos pelas atividades dos referidos Comités.

Objetivo e Composição

O Comité para as Matérias Financeiras tem competências no acompanhamento e supervisão da performance financeira do Banco e de outras entidades financeiras incluídas no perímetro de consolidação prudencial, das políticas e processos de reporte de contas e no acompanhamento do auditor externo, tendo, em especial, as competências previstas no Código das Sociedades Comerciais.

Este Comité tem ainda competências delegadas do Conselho Geral e de Supervisão no que respeita a, entre outros temas, alterações materiais de políticas de contabilidade, aprovação do orçamento anual, e consentimento prévio para a emissão de determinados instrumentos de dívida.

Adicionalmente, este Comité apoia o Conselho Geral e de Supervisão na fiscalização da eficácia do sistema de controlo interno, sistema de gestão de riscos e sistema de auditoria interna do Banco e das empresas financeiras que integram o seu perímetro de consolidação prudencial.

À data de assinatura deste Relatório os membros do Comité para as Matérias Financeiras são os seguintes:

  • Karl-Gerhard Eick  - Presidente
  • Byron Haynes
  • Kambiz Nourbakhsh

O Comité de Risco aconselha e apoia o Conselho Geral e de Supervisão na monitorização do apetite de risco global presente e futuro e da estratégia de risco do Banco, bem como da eficácia do sistema de controlo interno e sistema de gestão de riscos do Banco e das empresas financeiras que integram o seu perímetro de consolidação prudencial.

Este Comité tem ainda as competências previstas na lei bem como as competências delegadas do Conselho Geral e de Supervisão no que respeita a certas operações de crédito e a alterações de políticas de risco.

À data de assinatura deste Relatório os membros do Comité de Risco são os seguintes:

  • Byron Haynes - Presidente
  • Karl-Gerhard Eick
  • Kambiz Nourbakhsh
  • Benjamin Dickgiesser

William Newton assumirá o cargo de Presidente do Comité de Riscos do Conselho Geral e de Supervisão após aprovação fit & proper pelas entidades reguladoras.

O Comité de Compliance aconselha e apoia o Conselho Geral e de Supervisão, entre outros temas, na monitorização dos temas de compliance do Banco, dos membros dos órgãos sociais e dos colaboradores, das políticas e processos internos relacionados com a área do compliance, das políticas sobre conduta e ética empresariais e do risco de compliance e reputacional.

Adicionalmente, tem ainda poderes delegados em matérias relacionadas com partes relacionadas (com exceção de transações do Banco com acionistas, e suas partes relacionadas, cuja matéria não é delegável e cabe ao Conselho Geral e de Supervisão).

As funções acima estendem-se ainda às seguintes subsidiárias financeiras: BEST, NOVO BANCO Açores e Sociedades GNB Gestão de Ativos.

À data de assinatura deste Relatório os membros do Comité de Compliance são os seguintes:

  • Robert Sherman - Presidente
  • John Herbert
  • Mark Coker

O Comité de Nomeações apoia o Conselho Geral e de Supervisão a fiscalizar o Conselho de Administração Executivo na sua ação de estabelecer e zelar pelo cumprimento de políticas de nomeação consistentes e bem integradas no Banco e nas seguintes subsidiárias financeiras: BEST, NOVO BANCO Açores e Sociedades GNB Gestão de Ativos.

À data de assinatura deste Relatório os membros do Comité de Nomeações são os seguintes:

  • John Herbert - Presidente
  • Robert Sherman
  • Donald Quintin
  • Mark Coker
  • Carla Antunes da Silva

O Comité apoia o Conselho Geral e de Supervisão no estabelecimento de estruturas de remuneração do Banco adequadas, consistentes e bem integradas e na monitorização e implementação das políticas de remuneração do Banco, e das subsidiárias financeiras: BEST, NOVO BANCO Açores e Sociedades GNB Gestão de Ativos.

Este Comité tem ainda competências delegadas no que respeita à contratação de colaboradores com remuneração anual superior a 200 000,00€.

À data de assinatura deste Relatório os membros do Comité de Remunerações são os seguintes:

  • Byron Haynes - Presidente
  • Karl-Gerhard Eick
  • Benjamin Dickgiesser