Fornecedores

A implementação do programa de desenvolvimento sustentável encontra-se dependente de diversos stakeholders, sendo os Fornecedores, uma das entidades com quem o Banco se relaciona no dia-a-dia, indispensáveis para o sucesso deste programa, uma vez que para além de parceiros comerciais, têm igualmente vindo a contribuir e a associar-se à implementação e divulgação de boas práticas promovidas pelo Grupo NOVO BANCO (GNB). Sendo a partilha de boas práticas a base do programa de desenvolvimento sustentável, o NOVO BANCO está muito atento e recetivo a aplicar também as boas práticas dos seus Fornecedores.

O Grupo, na sua qualidade de comprador relevante de produtos e serviços no mercado onde se insere, instituiu um modelo de relacionamento com os seus fornecedores, cerca de 9 mil com faturação em 2016, o qual se baseia no compromisso de seguir as boas práticas e princípios consagrados a nível internacional.

Este modelo foi inspirado no reconhecimento da importância dos impactos económicos, ambientais e sociais produzidos por este grupo de stakeholders, Essa relação é orientada em dois grandes eixos:

1. Por um Código de Conduta do Grupo NOVO BANCO, que determina, entre outros aspetos, que o processo de avaliação e de seleção de fornecedores são realizados com rigor e seguindo os mais elevados padrões de transparência e ética, disponível aqui ;

2. Por um conjunto de Princípios de Relacionamento com Fornecedores do Grupo NOVO BANCO, que descreve os requisitos mínimos, não só dos fornecedores bem como do Grupo NOVO BANCO, no que diz respeito às práticas empresariais, saúde e segurança no trabalho, ética e gestão ambiental. Estes Princípios encontram-se totalmente alinhados com as diretrizes da OCDE para Empresas Multinacionais e o Pacto Global das Nações Unidas.

Princípios de Relacionamento com Fornecedores NOVO BANCO

É com este espaço de partilha, entre o Banco e os seus Fornecedores, que se pode criar um círculo virtuoso em que todos contribuam para uma relação mutuamente vantajosa e de sucesso, no respeito dos princípios de boa conduta (imparcialidade, transparência, qualidade e eficiência) que integram os nossos "Princípios de Relacionamento com os Fornecedores do Grupo NOVO BANCO".

Em que consistem esses princípios:

 Imparcialidade     - Igualdade de tratamento, sem privilégios ou favoritismos
- Evitar conflitos de interesses
 
 Transparência e Ética - Adequada prestação de informação
- Critérios de seleção de fornecedores
 
 Qualidade e Eficiência  - Seleção dos melhores fornecedores
- Redução carga burocrática
- Pagamento atempado a fornecedores


Adicionalmente, o Banco subscreveu os dez princípios do "Global Compact" emanados pelas Nações Unidas, em resultado de uma iniciativa de cidadania empresarial lançada pelo Secretário-Geral Kofi Annan, anunciado a 31 de janeiro de 1999, no Fórum Económico Mundial.

Os dez princípios do Global Compact são enumerados como segue:

  • Apoiar e respeitar a proteção dos Direitos Humanos;
  • Assegurar que não é cúmplice na violação dos Direitos Humanos;
  • Apoiar a liberdade de associação e reconhecer o direito à negociação coletiva;
  • Promover a eliminação de todas as formas de trabalho forçado;
  • Promover a abolição efetiva do trabalho infantil;
  • Promover a eliminação da discriminação em relação ao emprego;
  • Apoiar o princípio de adoção de medidas preventivas relativas aos problemas ambientais;
  • Adotar iniciativas que promovam uma responsabilidade ambiental mais abrangente;
  • Desenvolver e divulgar as tecnologias mais eficientes em termos ambientais.
  • Combater a corrupção em todas as suas formas inclusive extorsão e propina.

O GNB tem convidado os seus Fornecedores a subscreverem os princípios acima referidos e a adotarem condutas coerentes, nomeadamente no que respeita ao ambiente, condições de emprego e ética:

Ambiente   - Adotar nas suas empresas medidas que visam proteger o ambiente, a respeitarem toda a legislação e regulamentação em vigor em matéria de ambiente;
- Dispor de controlos internos que permitam aferir e confirmar o respeito da referida legislação e regulamentação;
- Dispor de um responsável a nível interno em matéria de defesa do ambiente.
 
Condições de emprego - Inexistência de qualquer forma de trabalho forçado, infantil ou outro tipo de exploração humana. Todo o trabalho deve ser voluntário e resultar de uma escolha livre dos trabalhadores;
- Inexistência de qualquer tipo de tratamento ou ameaça de tratamento desumano, incluindo assédio ou abuso sexual, punições corporais, coação física ou moral ou abuso verbal sobre os trabalhadores;
- Ausência de discriminações baseadas na raça, cor, religião, convicções políticas, ascendência, orientação sexual, sexo, gravidez, estado civil ou nacionalidade;
- Garantia de condições de trabalho dignas a todos os trabalhadores;
- Garantia de respeito pela legislação em vigor no que diz respeito à carga horária;
- Respeito pela liberdade de associação e pelo direito à negociação coletiva;
- Respeito da legislação local em matéria de segurança e higiene no trabalho.
 
Ética - Garantia de respeito pela integridade negocial, com a inexistência de qualquer tipo de suborno, corrupção, extorsão e afins. Todos os negócios devem ser transparentes e rigorosamente refletidos nos respetivos registos e contas;
- Garantia de confidencialidade, respeitando os princípios e regras de confidencialidade legalmente em vigor, bem como os que derivam dos usos e costumes da atividade;
- Garantia de respeito pelos direitos de propriedade intelectual;
- Garantia de respeito pelas regras do mercado e da concorrência.


Portal de Fornecedores Grupo NOVO BANCO

A atitude responsável e coerente na seleção dos fornecedores inicia-se na forma aberta e totalmente disponível como o Grupo NOVO BANCO recebe todas as apresentações e propostas das mais variadas entidades que pretendem vir a prestar serviços ou a fornecer bens, através do Portal de Fornecedores GNB.

O Portal é um canal privilegiado de inscrição e registo dos fornecedores, atuais e potenciais, e que constitui a base de sourcing em processos de consulta de mercado e de reconhecimento das características e competências dos fornecedores para garantir a satisfação das necessidades e requisitos de serviço do Grupo.

Em 31 de dezembro de 2016 estavam inscritas 3 666 entidades no Portal de Fornecedores GNB, das quais 690 com o seu processo de registo concluído e devidamente atualizado. O grau de cobertura em termos de faturação, de fornecedores com registo concluído ou em processo de registo (pré-registados) era a essa data de 93,7%.

Clique aqui para aceder ao Portal de Fornecedores.


Scoring
de Sustentabilidade

Para uma mais criteriosa seleção dos seus fornecedores e com base na informação disponibilizada por cada um dos membros desta cadeia de valor, o NOVO BANCO efetua o cálculo do “score de sustentabilidade”, que considera aspetos éticos, laborais, de higiene, segurança no trabalho e aspetos ambientais. Cerca de 22% dos Fornecedores do Grupo NOVO BANCO registados no Portal tem um score excelente e cumulativamente cerca de 81% tem um score positivo.