API

O NOVO BANCO disponibiliza soluções de Open Banking versáteis e eficientes, compatíveis com as disposições legais decorrentes da Directiva Europeia de Serviços de Pagamento (PSD2), do Regime Jurídico dos Serviços de Pagamento e da Moeda Eletrónica (RJSPME), das suas instruções complementares e dos novos modelos de relação e negócio que este novo enquadramento potencia..

Este novo contexto visa contribuir para a criação de um mercado único de serviços de pagamento na Europa, potenciando mais transparência, melhor serviço aos cidadãos e empresas, segurança acrescida, eficiência e maior abertura à inovação e desenvolvimento de novos modelos de relação.

Naquela que é provavelmente a principal das alterações decorrentes deste novo enquadramento, são definidos novos modelos de relação entre Clientes e instituições bancárias, com a criação de infra-estruturas e protocolos que visam permitir que pessoas e empresas possam consultar e movimentar as suas contas de pagamento através das soluções de outras entidades, normalmente designadas por TPPs, ou seja "Third Party Providers", que, consoante a natureza dos serviços que fornecem, poderão ser AISP ("Account Information Service Providers", PISP ("Payment Initiation Service Providers"), etc.

Para esse efeito, o NOVO BANCO disponibiliza uma solução de interfaces dedicados no modelo API ("Application Programming Interface"), que permite que os TPPs disponibilizem nos seus sites ou aplicações, funcionalidades de consulta ou transaccionalidade sobre contas de pagamento sedeadas no banco. Este interface foi desenvolvido com apoio da SIBS segundo padrões internacionais do Berlin Group e está descrito em detalhe no portal do SIBS API MARKET.

Nesse portal poderá encontrar toda a informação necessária que permite o desenho, teste e lançamento de soluções de Open Banking com ligação a contas sedeadas no NOVO BANCO.

Saiba mais em www.sibsapimarket.com.

 

 


VANTAGENS DA SOLUÇÃO NOVO BANCO VIA SIBS API MARKET



  • Maior confiança e segurança na execução de pagamentos eletrónicos

    Acesso à mais recente geração de tecnologia, segurança e prevenção de fraudes, que, aliada à experiência na gestão de serviços críticos de pagamento, oferece a confiança e a segurança necessárias;

  • Acessibilidade

    Uma implementação única que dá acesso às informações de 95% das contas de pagamento em Portugal;

  • Estandardização

    Uma plataforma, um standard, uma API para uso pelos TPPs/PSPs (Prestadores de Serviços de Pagamento);

  • MÉTODOS DE PAGAMENTO

    Disponibilização de métodos de pagamento à medida de consumidores e comerciantes;

  • CUSTOS

    A maior oferta de serviços digitais irá traduzir-se numa redução de custos quer de infraestruturas quer nas transações.